Hiperplasia Benigna da Próstata

Dr. André Yoichi – Urologia / Uro-oncologia

A hiperplasia prostática benigna é muito comum em homens adultos. Ela é caracterizada pelo crescimento nodular de uma das regiões da próstata, que geralmente se inicia a partir dos 40 anos. Quando isso acontece, a próstata aumenta de tamanho e gradativamente comprime a uretra, diminuindo o seu calibre e dificultando ou impedindo a passagem da urina. Assim o indivíduo passa a ter sintomas relacionados à micção, como:

  • Jato urinário fraco e intermitente (com interrupções).
  • Esforço para urinar.
  • Dificuldade ou demora em iniciar a micção.
  • Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga.
  • Aumento da frequência urinária.
  • Necessidade de acordar várias vezes à noite para urinar.
  • Presença de sangue na urina.
  • Dor e sensação de queimação no ato de urinar.
  • Necessidade urgente de urinar.

Este problema pode afetar até 80% dos homens dependendo da sua faixa etária. Portanto, o indivíduo que apresenta um ou mais desses sintomas deve procurar seu urologista para buscar o correto diagnóstico.
Para o diagnostico, além dos sintomas relatados pelo paciente, realizamos também o exame de toque da próstata, além de exames como PSA, ultrassonografia, urofluxometria, entre outros, para confirmar a suspeita e afastar outras doenças da próstata.

Após esta avaliação o médico saberá se o paciente apresenta hiperplasia prostática benigna e se há necessidade de tratamento.
O tratamento pode ser medicamentoso ou cirúrgico e a escolha do melhor tratamento será feito em conjunto com paciente tendo em vista as condições de saúde, o tamanho da próstata, os danos causados ao aparelho urinário, a gravidade dos sintomas, a presença de complicações relacionadas à hiperplasia prostática benigna e a preferência do paciente.

 

Atenção: A informação existente neste portal pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com o Serviço de Saúde.